quinta-feira, 24 de novembro de 2011

A atmosfera - a Terra em volta de gases

Atmosfera terrestre é uma camada de ar que envolve a Terra e possui cerca de 700 km de espessura. 

Observe estas imagens: 
                 
               
Atmosfera da Terra
Atmosfera de Marte

Essa diferença nas paisagens dos planetas é devido ao tipo e a quantidade de gases que compõem suas atmosferas. 

Composição da atmosfera terrestre 

Gás nitrogênio ( N2) 

É o gás presente em maior quantidade na atmosfera terrestre (78%). É uma substância fundamental para a vida na Terra, pois o nitrogênio entra na composição das proteínas, principal componente dos organismos vivos. 

Gás Oxigênio (O2) 

É o gás de fundamental importância para os processos vitais de nosso planeta. O oxigênio é utilizado na respiração da maioria dos seres vivos. Pela respiração os seres vivos produzem a energia necessária para manter os seus sistemas vitais. 
Há ainda o gás hidrogênio (H2) e outros gases ditos nobres. 

Na atmosfera há uma pequena quantidade: 

Gás carbônico (CO2) 

Este está presente no ar atmosférico em proporção muito pequena, mas imprescindível para a vida no planeta. O gás carbônico é utilizado pelas plantas e algas microscópicas (seres clorofilados) no processo da fotossíntese, quando parte da energia solar (luminosa) é transformada em energia química que circulará por todos os ambientes nas cadeias alimentares. 

Vapor da água 
Juntamente com o gás carbônico, o vapor da água é importante para manter a temperatura do planeta. Eles evitam que o calor escape todo para o espaço. O vapor da água também condensa formando as nuvens de onde caem as chuvas. 

As camadas da atmosfera 

A atmosfera terrestre é subdivida em cinco camadas com características próprias, de acordo com a distância da Terra. 

Troposfera 

É a camada mais próxima ao solo e atinge aproximadamente 12 km de altitude. É onde ocorre uma intensa movimentação dos elementos componentes do ar, como ventos, tempestades, chuvas, geadas e neve. É na troposfera que os seres e as plantas vivem e retiram o oxigênio e o gás carbônico para a sua sobrevivência. 

Estratosfera 

Esta camada inicia onde termina a troposfera e atinge 50 km de altitude. Nesta camada quase não existe oxigênio: o ar é muito rarefeito e as temperaturas são muito baixas, atingindo - 50°C. Na estratosfera, está localizada a camada de ozônio e o elemento gasoso predominante é o nitrogênio.
 
Mesosfera 

A partir do final da estratosfera, encontra-se a mesosfera que se estende até 80 km de altitude. Nesta camada, a temperatura é muito baixa, atingindo - 120°C. É nesta camada que se realizam as pesquisas meteorológicas. 

Termosfera 

Esta camada atinge aproximadamente 640 km acima da superfície do solo e se caracteriza pela alta temperatura, a qual aumenta com o aumento da altitude, podendo chegar a mais de 1000°C nas camadas superiores. Na termosfera, as radiações ultravioletas da luz solar são muito intensas, decompondo as moléculas em átomos e íons. Por isso, é também conhecida como ionosfera. Essa camada é da maior utilidade pelo fato de refletir as ondas de rádio, permitindo a comunicação fácil entre regiões afastadas. 

Exosfera 

A exosfera é a última camada da atmosfera terrestre. Nesta camada o ar é extremamente rarefeito, constituindo o limite entre a atmosfera e o espaço cósmico. Na exosfera, a temperatura apresenta grandes variações, podendo atingir 2000°C durante o dia e caindo para -270°C durante a noite. 
O estudo das atmosferas da Terra e dos outros planetas só começou a ser desvendado com grande precisão graças às sondas lançadas nos últimos anos. De todos os planetas do sistema solar, apenas Marte parece ter uma atmosfera algo semelhante à nossa, contendo baixo teor de vapor d’ água e, possivelmente, traços de oxigênio.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário